Guia: o primeiro passo da gravação

Durante as duas últimas semanas, tivemos o primeiro passo nas gravações propriamente ditas do CD de finalização do projeto Mestres no Estúdio. Nosso compositor Ronildo Prudente criou a canção Dona Roxinha, cuja guia foi recém-gravada em nossa sala.

A guia é o primeiro registro, ainda despretensioso, da canção. Com ela, ajusta-se o tempo, para não deixá-la muito rápida nem lenta demais, e começa-se a pensar no arranjo como um todo. Abaixo segue um trecho da nossa primeira guia.

A partir desta gravação, encaixaremos outras vozes e, possivelmente, outros instrumentos — embora a ideia seja, de fato, uma canção mais seca. Já está acertado com as filhas e uma neta de nossa mestra rezadeira a vinda aqui no estúdio. Elas farão parte do coro e de alguns solos.

Visita ao mestre Vicente Lima, da Catira

Vicente Lima, violeiro e poeta, de São Bento Abade
Vicente Lima, violeiro e poeta, de São Bento Abade

Nesta quarta-feira demos sequência ao projeto com mais uma visita, desta vez ao mestre Vicente de Paulo, ou Vicente Lima, do grupo de catira de São Bento Abade. Poeta, violeiro e contador de causos nato, Vicente tem grande presença de espírito. Emposta bem a voz para narrar os fatos, sabe usar bem as palavras para chamar a atenção e, claro, floreia um ou outro trecho da estória — tem licença poética para tal.

Ainda jovem, seu Vicente caçava animais com grupos de amigos — 90% dos bichos que viu não existem mais, garante. Expulso da escola aos 11 — por excesso de travessura –, calçou o primeiro par de sapatos apenas aos 16 anos.  Por ordens do pai, foi trabalhar na roça ainda adolescente, onde formou caráter e de onde tirou (e ainda tira) inspiração para os versos que escreve e fala de improviso.

Com ajuda de mais dois irmãos, Vicente comanda o grupo de catira da cidade. Conta que incorporou outras batidas de viola, como o cururu e o pagode, à dança, que até então se limitava à moda campeira. Apesar do talento para compor versos, o violeiro não cria músicas: “toda vez que tento fazer uma música, fica igual outra que eu já canto no grupo”.